BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















sábado, 31 de julho de 2010

LULA: FOI PRECISO UM METALURGICO PARA TRANSFORMAR O BRASIL EM PAÍS CAPITALISTA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva rebateu as críticas sobre a carga tributária brasileira, durante um encontro com empresários da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).

Ao lado da candidata Dilma Rousseff, Lula afirmou que duas propostas de reforma tributária foram enviadas ao Congresso Nacional durante seu governo. Contudo, por falta de vontade política, nada foi votado.

Para o presidente, no entanto, a discussão deve ser outra.“A gente não precisa discutir se a carga tributária é alta ou baixa, mas se ela está cumprindo a função pela qual ela existe”, afirmou Lula.

Para Lula, trata-se de uma visão tacanha aquela em que o Estado pouco vale. Citando a resposta brasileira à crise econômica internacional, com a injeção de crédito no mercado, o presidente afirmou: “Como o Brasil era uma economia capitalista se não tinha crédito? Precisou entrar um metalúrgico socialista para transformar esse país num país capitalista.”

Lula criticou a falta de investimentos em infraestrutura e na educação. Lembrou que nem ele, nem o vice-presidente José Alencar, têm um diploma de ensino superior. Mas, à frente do governo federal, foram eles os que mais fizeram escolas técnicas. E para os 500 empresários que o ouviam, pediu o voto em Dilma para que o Brasil continue neste ritmo.

“A gente pode apostar em time de futebol, mas em política a gente tem que escolher o melhor”, afirmou Lula.
http://www.dilma13.com.br

QUEM USA A TÁTICA DO MEDO, ESTÁ MUITO DESESPERO OU NÃO PERCEBE O PAÍS QUE VIVE

A candidata à presidência Dilma Rousseff disse hoje que a resposta da população à “tática do medo” adotada por seu adversário é o clima de otimismo, esperança e certeza de que o país entrou no caminho do crescimento.

Em entrevista coletiva após comício em Curitiba, Dilma afirmou que chega a ser “patético” recorrer a este tipo de estratégia para tentar inverter o processo eleitoral no Brasil, que é uma das maiores democracias do mundo.

“Quem usa a tática do medo, está muito desesperado ou não percebe em que país vive”, disse a candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando. “É contra toda a alma e o sentimento do que as pessoas estão vivendo.”

Dilma disse que as pesquisas eleitorais indicam o reconhecimento da população das realizações do governo Lula, mas manterá a “cabeça fria” durante a campanha eleitoral.

“Ninguém pode subir no salto alto e sair por aí achando que já ganhou. Até o dia 3 de outubro, muita água vai rolar debaixo da ponte”, afirmou Dilma, concordando que os últimos levantamentos revelam uma tendência de cenário positivo para sua candidatura. “Eu não posso falar que é um viés de baixa
http://www.dilma13.com.br/noticias/entry/foto-lula-dilma-em-curitiba/

ISRAEL ESTADO DE RACISMO CRESCE

O racismo institucionalizado e de apartheid em Israel. Novas leis discriminar ainda mais contra os palestinos dentro e fora .

Quinta-feira, 17 julho , Haneen Zouabi , membro israelense, perderam seus direitos parlamentares da Knesset. Seu crime? Ela poderia ter ajudado os parentes para escapar de tributação do país? Não, a única democracia no Oriente Médio , ela cometeu um delito de opinião : trata- membro do partido Balad tem participado com muitos ativistas para a frota em direcção a Gaza para denunciar um bloqueio ilegal. O seqüestro do exército israelense em águas internacionais, terminou em um banho de sangue .

Em resposta ao ato militante do Haneen Zouabi , 13 de julho, uma comissão do Knesset revogou a sua imunidade parlamentar e os direitos específicos do parlamento israelense. Primeiro prenúncio de uma batalha legal de ataque que vai endurecer . Especialmente desde que o governo israelense não está em seu primeiro tiro contra militantes palestinos que exerce a cidadania israelense . Em 06 de maio , o líder do Ittijah , coordenação de ONG palestina em Israel , foi preso na noite em sua casa por um serviço de soldados israelenses . Ele é acusado de espionar para o Hezbollah.

Esta taxa reflete a situação dos palestinos na componente 48 do povo palestiniano, que permaneceram durante a Nakba no território que se tornaria Israel em 1948. Para um estado que se define como judeu , enquanto os não - judeu é suspeito por definição. Os palestinos em Israel são percebidas como uma ameaça a partir de dentro , bem como os da Cisjordânia , Gaza e os refugiados são percebidos a partir do exterior .

Estes ataques legais contra aqueles que se opõem à política racista do Estado de Israel são consistentes com um sistema feito para relegar os palestinos em um status de segunda classe ou para um começo de envio. O palestino "cidadãos" são vítimas de discriminações múltiplas israelense socio- económicos do desemprego: no acesso ao emprego , à habitação, continua a expropriação de terras árabes e casas no Norte ou em Jaffa , em particular. 52% dos palestinos em Israel vivem abaixo da linha da pobreza , contra 16% dos judeus em Israel.

A própria lei dá a ilusão de os ingênuos , pelo menos, a igualdade formal entre os judeus israelenses e palestinos. Ela perdeu algumas leis claramente discriminatórias, como a incapacidade de se casar com um palestino da Cisjordânia ou Gaza. Especialmente esquecer o papel do exército na sociedade israelense. Quando o acesso à habitação ou funções estão condicionados ao fato de o serviço militar, e até mesmo o serviço militar pode ser feita pelos cidadãos palestinos de Israel , as desigualdades são formalizadas em um sistema de apartheid de facto .

O governo foi mais longe , e é uma verdadeira institucionalização do apartheid, que é projetada. Legislação para exigir que qualquer pessoa que solicitem residência para jurar fidelidade a Israel como um judeu sionista e debate democrático, como uma lei que eliminaria a cidadania de uma pessoa considerada desleal vis-à- vis do Estado de Israel .

Se o movimento de solidariedade é construída principalmente no sentido de Gaza e na Cisjordânia , os palestinos disse que o interior é um componente , por vezes, esquecido do povo palestino . No entanto, eles são vítimas de discriminação revelar a ideologia sionista : não pode haver direitos iguais para os não-judeus em Israel.

Este é o sentido da campanha que BDS1 além de ocupação e colonização , os endereços das desigualdades estruturais enfrentados pelos palestinos em Israel , afirmando a igualdade de direitos .
Comissão Palestina

VAMOS VENCER O MEDO COM AS REALIZAÇÕES DO GOVERNO LULA

Faltou lugar na Boca Maldita, espaço no centro de Curitiba dedicado às discussões e aos atos políticos, para tantos eleitores e militantes que foram ver o presidente Lula e sua candidata Dilma Rousseff na manhã deste sábado.

Na falta de lugar no calçadão, as janelas dos prédios comerciais foram tomadas.

Dilma começou seu discurso com uma lembrança. Foi ali, na Boca Maldita, que os paranaenses ousaram ser livres e corajosos durante a ditadura militar. “Quando a mordaça caiu sobre o Brasil, aqui se ouviram vozes de homens e mulheres lutando pela democracia. Aqui é o espaço em que as pessoas demonstraram que são corajosas quando estão do lado correto”, afirmou Dilma.

A candidata lamentou que os adversários recorram ao medo para compensar a falta de projeto. Segundo Dilma, foi assim em 2002, na primeira eleição do presidente Lula. Em 2010, não está sendo diferente.

“Temos de repudiar aqueles que diante da primeira ameaça, da possibilidade de perderem seus privilégios, ameaçam com o medo. E tentam transformar o medo não apenas numa forma rebaixada e desqualificada de fazer política, mas para substituir a ausência de projeto”, disse a candidata.

Ela acrescentou: “Chegaram a dizer que o Brasil ia parar se o presidente Lula fosse eleito. Naquela época, a esperança venceu o medo. Hoje, nós vamos vencer o medo com as realizações do governo Lula.”

Volta para o Nordeste

Para Dilma, o comício na Boca Maldita foi, na verdade, a celebração da “revolução pacífica” feita pelo governo Lula. Lembrando a ida do presidente ainda criança para São Paulo, deixando a pequena Garanhuns, no interior do Pernambuco, para trás, a candidata disse que o caminho inverso foi construído e já pode ser trilhado.

“O caminho da volta de milhões de nordestinos para o Nordeste pode ser feito, porque lá tem trabalho e oportunidade", comemorou Dilma.

Este Brasil de oportunidade, segundo Lula, está nas mãos, no caráter e na dignidade de Dilma. O presidente afirmou que seu governo procurou mudar a cultura do preconceito contra as mulheres. O cartão do Bolsa Família é entregue para a mulher, assim como a posse da casa adquirida pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

"Obviamente, está cheio de homem bom, mas, no fundo, por melhor que seja o homem, raramente a gente consegue ter o mesmo afeto que uma mãe tem", explicou.

Para o presidente, Dilma está preparada para a longa caminhada necessária “para consertar o que a elite fez em 500 anos”. “Transformar o Brasil em uma nação justa não é um passe de mágica”, afirmou Lula, emendando um conselho a sua sucessora: “Governar, Dilma, qualquer um faz. Você tem é que cuidar desse povo.”

http://www.dilma13.com.br/conteudo/main/

OBAMA APROVA US$ 37 BILHÕES PARA GUERRAS.

114 deputados – 102 democratas e 12 republicanos – votaram contra a aprovação de mais US$ 37 bilhões para bancar a guerra no Afeganistão e no Iraque. O dinheiro da guerra acabou aprovado por 308 votos, dos quais 148 democratas e 160 republicanos.

O resultado mostra a extensão a que chegou o repúdio à guerra entre os deputados norte-americanos, assim como a divisão na bancada democrata – 102 a favor de cortar o dinheiro da guerra, e 148 pró-ocupação. Situação apresentada pelo “New York Times” como uma “política incomum de guerra”.

O jornal registrou “fervorosos discursos anti-guerra”, defendendo que os EUA deveriam “estar atendendo a necessidades urgentes em casa, ao invés de [metidos em] um conflito fútil a milhares de milhas de distância”. Um ano atrás, o número de deputados que votou a favor de cassar o dinheiro para a guerra foi de 35.

“O Congresso não pode continuar a assinar um cheque em branco para a guerra no Afeganistão que, em última instância, deixou nosso país menos seguro”, afirmou a deputada democrata Bárbara Lee, que encabeça o “Caucus Negro” no Congresso.

A votação também reflete a repercussão do vazamento de 90.000 registros de operações de guerra, propiciado pelo site “Wilileaks”, e que permitiu um quadro muito mais real do desastre no Afeganistão.

O clima contra a guerra chegou ao ponto de, mais adiante, o deputado democrata Dennis Kucinich, em conjunto com o republicano Ron Paul, apresentarem uma resolução pedindo a retirada das tropas dos EUA do Paquistão, que chegou a receber 38 votos. Os dois afirmaram que as operações secretas no Paquistão – expostas nos documentos do “Wikileaks” – violavam a Lei dos Poderes de Guerra, já existe autorização do Congresso, como a lei exige. “Nós não fazemos mais declarações de guerra”, ironizou Paul, “nós nos enfiamos na guerra”.
HP

JESSE JACKSON CONVOCA MOBILIZAÇÃO NOS EUA POR EMPREGOS E EDUCAÇÃO

“Cerca de 300 mil professores estão em vias de demissão”, denuncia o líder da luta pelos direitos civis, o reverendo Jesse Jackson, em manifesto denominado “Vamos dar ao Congresso o Recado de nossas Manifestações”. Ele denuncia também que “o desemprego entre jovens afro-americanos sem curso médio concluído chega a 40%.

Jesse Jackson lembra as palavras do Dr. Martin Luther King que declarava que “as bombas atiradas no Vietnã explodem nas cidades americanas”, questiona: “Os EUA vão mais uma vez sacrificar a justiça econômica em casa por uma guerra no exterior?”

“Estamos gastando US$ 100 bilhões ao ano no Afeganistão, com as baixas norte-americanas crescendo”, destaca Jackson. “Estamos diante de uma nova rodada de drásticas demissões nas cidades e Estados. Mais de 20 milhões de trabalhadores estão desempregados ou subempre-gados”, acrescenta.

“É necessário que o Congresso aja; estendendo benefícios desemprego, suspendendo cortes que debilitam ainda mais as escolas, Medicaid e serviços básicos, financiar a reconstrução da América de pontes a trens rápidos, enfim coisas que vão colocar os trabalhadores de volta ao trabalho”, conclamou.

“A América está chegando numa encruzilhada. Precisamos reconstruir nossa força desde dentro. No curto prazo, temos que colocar as pessoas para trabalhar. Temos que retomar nossa capacidade em ciência e tecnologia”, destaca.

“Por isso chegou a hora dos cidadãos conscientes se unirem e questionarem antes que seja muito tarde. No dia 28 de agosto a UAW (organização sindical dos trablhadores em fábricas de automóveis) junto com a Rainbow Push (organização fundada por Jesse Jackson junto com a esposa e filhos de Luther King) e dezenas de outros grupos vão promover manifestações em Detroit e outras cidades chamando à ação por empregos”, concluiu.
HP

CRISE DOS EUA AMEAÇA MUNICPIOS COM CORTE DE 500 MIL SERVIDORES

“Nos próximos dois anos, as bases de impostos locais irão sofrer com os valores deprimidos de propriedades, renda familiar reduzida e consumo em declínio”, alerta entidade nacional dos prefeitos

A Conferência Nacional de Prefeitos dos EUA, a Liga Nacional de Cidades e a Associação Nacional de Condados advertiram que quase 500 mil servidores públicos serão demitidos até o final do próximo ano, a menos que o Congresso aprove recursos para cobrir as receitas perdidas com a recessão e para manter o atendimento às suas populações.

O alerta foi emitido na terça-feira dia 27 de julho, quando as entidades divulgaram pesquisa nacional sobre o sufocamento dos municípios. Lei que libera US$ 75 bilhões, ao longo de dois anos, para manter as cidades e condados em funcionamento, está paralisada no Senado pela bancada republicana.

270 cidades e condados responderam à pesquisa, que consultou quantas demissões estavam previstas já no orçamento deste ano, e em que setores. O corte, estabeleceu a pesquisa, corresponde a 8,6% do total de servidores. Fazendo a projeção para o país inteiro com essa taxa de demissão, o total de servidores, entre professores, policiais, médicos, assistentes sociais, na linha de tiro, é de 481 mil.

São cortes profundos, denuncia o documento. “63% das cidades e 39% dos condados registraram cortes de pessoal na área de segurança pública, como bombeiros e policiais”. Nas obras públicas, respectivamente 60% e 68%. Programas sociais, 26% das cidades e 52% dos condados. Parques e recreação: 54% das cidades e 45% dos condados. Saúde, 48% nos condados; não há dados quanto às cidades.


QUEDA DE RECEITA

“Governos locais no país inteiro estão agora enfrentando o impacto combinado de receitas de impostos em baixa, declínio da ajuda federal e estadual, e demanda aumentada por serviços sociais”, registra o relatório. “Nos próximos dois anos, as bases de impostos locais provavelmente irão sofrer com os valores deprimidos de propriedades, renda familiar duramente atingida e gasto do consumidor em declínio”.

O documento reproduz algumas das demissões já previstas no orçamento de 2010. Flint, no Michigan, a cidade natal do cineasta Michael Moore, são 23 dos 88 bombeiros. Fresno, na Califórnia, previu 220 servidores cortados. No condado de Brevard, Flórida, 38 vice-xerifes. Dallas, no Texas, está prestes a demitir 500, a maioria, funcionários das bibliotecas públicas. 120 professores, em Portland, Oregon.

Mas não são apenas empregos locais que estão sob risco. O Centro por Prioridades e Política Orçamentária advertiu na segunda-feira dia 26 que o fracasso do Senado em reautorizar fundos extra para o programa TANF (Assistência Temporária às Famílias Necessitadas) ameaça a manutenção de 240 mil postos de trabalho em 37 estados.

Apesar dos apelos de governadores dos dois partidos – Democratas e Republicanos -, o Congresso já perdeu a data-limite de 1º de julho para aprovação de auxílio de US$ 24 bilhões aos estados para tocarem o programa FMAP, do Medicaid. A bancada republicana fez obstrução e impediu a votação.

CALIFÓRNIA

Na Califórnia, o governador republicano Arnold Schwarzenegger, declarou estado de emergência nas finanças e voltou a pôr 200 mil funcionários públicos sob licença não remunerada de três por mês a partir do dia 1º de agosto. A licença não remunerada – que implicou, segundo o CNNMoney.com em perda salarial de até 14% - havia estado em vigor desde fevereiro de 2009 e sido suspensa em junho.

Além das verbas federais, há impasse no legislativo estadual, já que Schwarzenegger quer “equilibrar as contas” à custa dos programas sociais, ao invés de fazer retornar aos patamares históricos a cobrança de impostos sobre os ricos e sobre as petroleiras. Esses mesmos 200 mil servidores foram ameaçados de severos cortes salariais, embora o governador diga que serão “temporários”. Ele só quer pagar o salário-mínimo de US$ 7,25 por hora, enquanto não for votada a lei orçamentária.

ANTONIO PIMENTA

sexta-feira, 30 de julho de 2010

INTEMPESTIVA DE URIBE (PRESIDENTE DA COLÔMBIA)

A ruidosa ofensiva desencadeada pelo presidente colombiano Álvaro Uribe contra a Venezuela, a poucos dias do final de seu mandato, pode ser debitada a pelo menos dois fatores que se completam.

O primeiro e mais evidente diz respeito ao papel crescente que a Colômbia vem desempenhando na geopolítica regional como o de fiel representante dos interesses dos Estados Unidos. Para isso, o país tem de se contrapor de maneira firme aos governos progressistas na região.

Como não seria produtivo estabelecer uma oposição em bloco a Argentina, Brasil, Bolívia, Equador, Paraguai e Uruguai, Uribe elegeu seu alvo: Venezuela. O vizinho seria responsável por apoiar e abrigar em seu território destacamentos das Farc. As provas para sustentar tal acusação, apresentadas em reunião da OEA, são no mínimo discutíveis. Fotos de pessoas uniformizadas no meio do mato não dizem muita coisa.

Acordo militar
As relações entre os dois países conheceram altos e baixos nos últimos anos, mas se deterioraram acentuadamente a partir de julho de 2009, quando o presidente colombiano anunciou publicamente o fechamento do acordo de cooperação militar com os Estados Unidos. O ponto principal do entendimento, como se sabe, prevê a instalação de sete bases militares no país, sob a justificativa de que elas possibilitarão “uma oportunidade única para operações de espectro completo em uma sub região crítica de nosso hemisfério, onde segurança e estabilidade estão permanentemente ameaçadas pelo narcotráfico, patrocinando insurgências terroristas, governos anti-Estados Unidos, pobreza endêmica e desastres naturais recorrentes”. A frase foi tirada do Programa de construção militar , divulgado em outubro do ano passado.

O líder venezuelano Hugo Chávez percebeu que a ameaça se dirigia especialmente contra seu país e bateu duro no tratado. O presidente Lula, ainda em agosto, contatou Barak Obama, pedindo explicações sobre o acordo. Uribe se isolou entre os países da Unasul, apesar da reunião de chanceleres, realizada nesta quinta, 29 de julho, em Quito, não ter deliberado sobre a questão das disputas entre Colômbia e Venezuela.

Por isso, é vital para a Colômbia levar suas pendências internacionais para outro fórum, a OEA, onde o peso dos Estados Unidos é determinante.

Disputas domésticas

Mas houve também motivações internas para a investida de Uribe, justamente nos dias em que o presidente eleito Juan Manuel dos Santos, em um giro pela Europa, anunciava a vontade de distensionar as relações com o país vizinho.

Quais as razões de Uribe para torpedear qualquer tentativa de aproximação? Santos representaria, de fato, outra linha a ser seguida pela política externa da Colômbia?

Parece pouco provável. O novo mandatário não apenas segue a mesma linha de aproximação com os EUA e de militarização crescente das disputas políticas, como era um dos membros do núcleo duro do governo Uribe, no qual desempenhou a função de Ministro da Defesa.

Onde estariam as diferenças entre ambos, se é que existem?

Apesar de toda a proximidade entre ambos, Santos não era o candidato preferido de Álvaro Uribe na disputa presidencial. O candidato dos sonhos de Uribe era Uribe, que não pode entrar na disputa porque a Suprema Corte vetou seu projeto de tentar uma segunda reeleição. Sem um nome viável, Uribe teve de aceitar a postulação de seu Ministro da Defesa, que não teve dificuldades em obter uma vitória eleitoral relativamente tranqüila, nas águas da popularidade do presidente da República. Uribe desfruta de altos índices de aceitação no fim de seu mandato, especialmente entre uma população cansada por décadas de violência institucionalizada.

A aliança militar com os EUA foi alicerçada numa forte propaganda, baseada em duas premissas. A primeira era de que as Farc não seriam um grupo guerrilheiro, mas uma organização terrorista, nos moldes da Al Qaeda. A segunda, decorrente da anterior, era a de que numa situação dessas não haveria negociação possível. A solução seria um enfrentamento militar. Com isso, não apenas as forças de segurança do Estado se viram com mãos livres para agir, como os grupos paramilitares de direita contaram com a vista grossa oficial para cometerem qualquer tipo de crime.

Santos foi um dos formuladores dessa política. Sua diferença com Uribe é de outra ordem.

Duas oligarquias

Figura secundária da cena política colombiana até oito anos atrás, o atual presidente era um líder regional, governador de Antioquia, um dos 32 Departamentos do país, e membro da oligarquia local. Foi um firme opositor da política de negociação com a guerrilha, levada a cabo pelo ex-presidente Andrés Pastrana (1996-2002). Com este mote construiu a campanha que o levaria a vitória em 2002.

Juan Manuel dos Santos, por sua vez, é originário de uma linhagem tradicional da burguesia. Seu tio-avô, Eduardo Santos, presidiu o país entre 1938 e 1942. A família é dona do mais importante jornal colombiano, El Tiempo, fundado em 1911 e recentemente vendido ao grupo espanhol Planeta. Por fim, seu primo, Francisco Santos é vicepresidente de Álvaro Uribe. Ou seja, o novo presidente não é uma sombra de seu antecessor, mas membro destacado das classes dominantes locais. Para estas, Uribe cumpriu um bom papel, mas seria apenas um novo rico emergente.

Sabendo do jogo e com receio de sair definitivamente de cena num momento em que a elite tradicional reassume o centro do palco, Uribe resolveu imprimir sua marca para continuar presente na disputa política local. Com todo o beneplácito do Império e da grande imprensa do continente.

Uma nota final

Todo o espalhafatoso jogo de cena relatado acima vem bem a calhar a outra figura da direita continental. Pode não haver articulação direta, mas José Serra e seu folclórico candidato a vice pegaram no ar a pauta lançada por Álvaro Uribe. Agora tentam envenenar a campanha presidencial brasileira com a risível acusação de que o Partido dos Trabalhadores estaria “envolvido com as Farc e com o narcotráfico”. Por sorte, o terrorismo eleitoral não pega mais por aqui, apesar de toda a insistência da imprensa brasileira.

http://www.cartamaior.com.br


BP, UMA BOMBA RELÓGIO NO SISTEMA FINANCEIRO GLOBAL FINANCEIRO INTERNACIONAL

O que começou como uma crise financeira em setembro de 2008, com a irrevogável falência do banco Lehman-Brothers, pode agora entrar na próxima ronda com a previsível queda da BP.

 A transnacional britânica é uma bomba relógio financeira, não só para a Grã-Bretanha mas para todo o Reino Unido. Os custos do desastre petrolífero no Golfo do México estimam-se em 70 bilhões de dólares.

Para os britânicos, a BP é como instituição nacional, a maior sociedade anônima do país, a blue chip mais brilhante do mercado de valores londrino. Muitas pessoas julgam que a BP é uma empresa petrolífera. E é verdade. A BP fornece petróleo, tem oleodutos e refinarias um pouco espalhados por todo o mundo. Mas a BP é, simultaneamente, um banco com um raio de ação internacional que, tal como a Enron ou a General Motors, actua nos mercados financeiros internacionais.

De AA a BBB

Como, oficialmente, não é uma entidade financeira, a British Petroleum esta a meio caminho de ser um negócio OTC ou fora do mercado organizado de valores, isto é, que atua fora das bolsas, num negócio sem regulação nem controle. O refinanciamento é através da titularização de derivados creditícios de alto risco, CSOs [obrigações colaterais sintéticas, na sua sigla inglesa], a que não corresponde qualquer valor patrimonial, mas apenas derivados creditícios. São um próspero comércio esses derivados financeiros. A BP é detentora ou tem participações em pelo menos 18% dos papéis deste tipo que circulam por todo o mundo. Recordamos que a crise financeira mundial foi desencadeada pela queda em cadeia de derivados titularizados: as CDOs [obrigações de dívida colateral, na sua sigla inglesa] e os CDS [derivados creditícios de dívida, na sua sigla inglesa]. Agora, os riscos nas CSOs são muito maiores e o alavancamento creditício de maior envergadura e as regulações são desconhecidas.

Por outras palavras: Quando a BP quebrar, a sua falência terá consequências globais. Como supostamente sucedeu no caso Lehman-Brothers, ninguém sabe até que ponto a BP está endividada, nem quem nem em que jogos de azar estão envolvidos os créditos da BP. Mas, como a transnacional é considerada a pérola da coroa da indústria financeira britânica, com fundamento se pode suspeitar que estão aqui metidos todos os que gozam de reputação e hierarquia no mundo financeiro internacional. Não há dúvidas: a próxima bolha está prestes a rebentar. É só uma questão de tempo. Mais provável dentro de semanas que de meses.

O valor patrimonial das instalações da British Petroleum atinge agora o montante de 240 bilhões de dólares. Muitos dos seus campos petrolíferos e participações estão à venda por todo o mundo. Desde finais de abril, perdeu metade do seu valor em bolsa. Deverá entrar um investidor estratégico, provavelmente um fundo estratégico árabe. Os líbios querem ser uma opção mas ninguém se balança a tamanho risco. E os meros boatos de uma entrada de mil milionários árabes não convencem as agências de qualificação do risco.

A Fitch, a menor das três grandes, baixou drasticamente no passado dia 15 de junho a qualificação do gigante petrolífero, pela segunda vez em duas semanas: e desta vez nada menos do que seis escalões de uma vezada, de AA para BBB. Se as duas grandes – a Moody’s e a Standard & Poor’s – a seguirem, os empréstimos da BP baixarão à categoria de lixo, como os títulos da dívida pública grega. De qualquer modo, grandes investidores destas agências, como Warren Buffet, colocaram milhares de milhões em ações e obrigações da BP, o que explica a moderação da Moody’s e da Standard & Poor’s.

Nada de OPAs hostis

Entretanto, a BP teve que ceder à pressão do governo dos EUA e sujeitar-se a um fundo de garantias num montante de 20 bilhões de dólares. Pelo menos até ao próximo ano a BP não poderá continuar a pagar dividendos, terá que seguir uma política de poupança férrea e eliminar milhares de postos de trabalho, os primeiros 5.000 já em 2010. Há fortes indícios que levam à suspeita que a explosão do passado dia 20 de abril no Golfo do México assenta numa implacável política de redução de custos. A segurança e o cuidado, como é sobejamente sabido, custam tempo e dinheiro. Quem louva o capitalismo pela sua eficiência não sabe do que fala. Ou se sabe, dá a entender aquilo em que não acredita.

A questão é que Londres prepara-se para o pior. Debaixo de um clamoroso silêncio acompanhado de rotundos desmentidos, trabalha-se em planos de emergência. A queda descontrolada ou uma tomada de controle da BP seria uma catástrofe para os britânicos. As ações da BP têm fama em todo o mundo de investimentos seguros e lucrativos. A BP pagava regularmente, trimestre a trimestre, polpudos dividendos.

Os fundos de pensões, os maiores investidores institucionais nos mercados financeiros internacionais, compravam e mantinha enormes quantidades de acções da BP. E no sistema britânico de reformas os fundos de pensões jogam um papel chave. Só que, precisamente os rendimentos de reforma cobertas por capital são tudo menos seguros. Quando rebentou a bolha imobiliária estadunidense em 2008, muitos fundos de pensões resultaram em prejuízos dos depositantes e pensionistas. Para os fundos de investimento britânicos que há alguns anos investiam em acções da BP, a catástrofe petrolífera é ao mesmo tempo um desastre financeiro. Cerca de um sexto de todos os dividendos que se pagam no Reino Unido vêm da BP! Assim, os fundos perderam de três formas: patrimonialmente pela queda livre das ações da BP, pelos dividendos evaporados, e pela diminuída capacidade de crédito.

Os fundos de pensões perderam já muito dinheiro com as ações dos bancos e, agora, cai-lhes em cima a situação da BP. Se se calcularem as possíveis perdas tendo por base uma pensão média entre 12 mil e 13 mil libras esterlinas anuais, falamos de 800 a 1.000 libras esterlinas por ano. Daí, o governo do primeiro-ministro Cameron não ter escolha. Se a BP ajoelha, terá que intervir com um novo pacote milionário de resgate. Se foi necessário para os grandes bancos, não será menos necessário para a BP. Isso significa mais dívida pública e ainda mais desproporcionados pacotes de poupança.

A BP não pode desaparecer, pois ela é, de longe, um dos maiores contribuintes fiscais da Ilha e controla uma boa parte das infra-estruturas vitais do reino insular, como a Forties Pipeline System que liga mais de 50 campos petrolíferos no Mar do Norte, ou o oleoduto Baku-Tiblisi-Ceihan, que possibilita o trânsito de petróleo do Cáucaso para a Europa ocidental. Por isso, David Cameron anuncia que o seu governo fará tudo o que estiver ao seu alcance para impedir o controle da BP por empresas petrolíferas chinesas, árabes ou russas. Se a BP cai nas mãos das gigantes norte-americanas, acabaram-se as considerações para com os fundos de pensões ou para quaisquer outras necessidades britânicas. Dentro de poucos dias a BP tem que liquidar os pagamentos que se vencem no segundo trimestre de 2010. O seu montante é enorme.

Este caso ilustra com clareza como dois elementos tão centrais como obsoletos do capitalismo – uma economia baseada na energia fóssil e na especulação financeira planetária – nos aproximam do abismo da próxima catástrofe.

Michael R. Krätke é Professor de Economia Política e Director do Instituto de Estudos Superiores da Universidade de Lancaster no Reino Unido.

ILUSÕES IDEOLÓGICAS COM OS INIMIGOS DO BRASIL

AMIGO AMARAL.

NÃO PODEMOS DEIXAR QUE OS AMIGOS,TITUBEIM,VACILEM DIANTE DOS INIMIGOS.
POIS O CANTO DE SEREIA DOS ADVERSÁRIOS TEM SEMPRE O OBJETIVO DE NOS DERROTAR, OU NOS PARALIZAR.

ACONTECE AS VEZES QUE OS AMIGOS, ILUDEM-SE COM OS INIMIGOS, E VACILA.
NÃO PODEMOS DEIXAR O INIMIGO "GANHAR" OS AMIGOS.

O CAPETA TRANSFORMA-SE ATÉ EM DEUS, PARA NOS ENGANAR,SE ELE NÃO CONSEGUE VENCER.
NÃO PODEMOS ABRIR A GUARDA.
I

SSO ACONTECE NA VIDA, NO DIA A DIA.TAMBÉM ACONTECE NA POLITICA.
GETULIO DIZIA, QUE AS PESSOAS NA POLITICA NÃO SE DIFERENCIA NAS PESSOAS NO SEU DIA A DIA.

AS EMOÇÕES HUMANAS SÃO AS MESMAS: VAIDADE,CIÚMES,SOBERBA,EGOÍSMO,MESQUINHÊS,PUXA-SAQUISMOS,HISTERISMOS,TRAIÇÃO,LEALDADE,AMOR,FALSO AMOR,SADISMOS, FRUSTAÇÕES E ETC. SÃO EMOÇÕES HUMANAS, QUE TAMBÉM ACONTECEM NAS RELAÇÕES DE SUPERESTRUTURA DE PODER.

ENTÃO AS CONTRADIÇÕES QUE OCORRE EM BAIXO, NO NOSSO DIA A DIA, NO TRABALHO,NOS LARES, TAMBÉM OCORREM NA POLITICA MAIOR, DE PODER.
AFINAL SÃO HUMANOS, TODOS NÓS.

TEM GENTE QUE PENSA, E A MIDIA COLONIZADA, PASSA ISSO, QUE DEPUTADOS,VEREADORES,GOVERNADORES,PREFEITOS,PRESIDENTES,ARTISTAS E ETC, NÃO TEM CONTRADIÇÕES. SE NÃO TIVER CONTRADIÇÕES NÃO EXISTE.
O QUE EXISTE TEM CONTRADIÇÕES, AINDA BÉM.
A VIDA SÓ EXISTE PORQUE HÁ CONTRADIÇÕES, SEM CONTRADIÇÕES NÃO HÁ VIDA.

GETULIO NÃO VIA DIFERENÇA NAS EMOÇÕES HUMANAS, VIVIDA POR ELE, QUANDO FORA DE PODER, NA SUA VIDA EM SUA CIDADE E QUANDO ESTEVE NO PODER.
EM FUNÇÃO DISSO, DESSA COMPREENÇÃO DAS EMOÇÕES HUMANAS QUE GETULIO CONSEGUIU, QUE O BRASIL DESENVOLVE-SE, COM JUSTIÇA SOCIAL.

SÓ QUE NA POLITICA ELA REFLETE NA VIDA COLETIVA DE UMA NAÇÃO.
HOMENS E MULHERES QUE CHEGAM AO PODER QUE TEM SUAS EMOÇÕES NÃO RESOLVIDAS NA VIDA, QUANDO CHEGAM AO PODER, CRIAM PROBLEMAS SÉRIOS.

A MEU VER UMA DAS PRINCIPAIS BATALHA, NA SOCIEDADE CAPITALISTA EM QUE NÓS VIVEMOS ESTA ENTRE AS EMOÇÕES INDIVIDUALISTAS, QUE TENTAM IMPOR, E AS EMOÇÕES COLETIVAS INERENTES AOS SERES HUMANOS.

AS RELAÇÕES SOCIAIS DE PRODUÇÃO SÃO COLETIVAS. VEJA, MUITOS PRODUZEM, APENAS PARA QUE POUCOS SE APROPRIEM DA PRODUÇÃO DE MUITOS. E ESTES MUITOS QUE PRODUZEM FICAM NA PÊLA. COM NADA OU QUASE NADA. ISSO É UMA CONTRADIÇÃO A SER RESOLVIDA. QUE OS BENS MATERIAS PRODUZIDOS TODOS POSSAM TER ACESSO.

COM CERTEZA ESSE SERIA UM PRIMEIRO PASSO IMPORTANTE.


A LUTA SE SEGUE

FORTE ABRAÇO



Em 29 de julho de 2010 13:20, Amaral escreveu:

Companheiro,

Muito boa sua resposta !!!!
----- Original Message -----
From: aylton neves
To: aylton neves de mattos filho
Sent: Thursday, July 29, 2010 2:15 AM
Subject: RESPOSTA AO VEREADOR LUCIANO VIDAL (SERRA/FHC NUNCA FEZ PELO BRASIL)


MEU CARO

VERADOR LUCIANO DE OLIVEIRA VIDAL.

PRECISAMOS ENTENDER, QUE SERRA/FHC NÃO ESTA DERROTADO E NEM SUA MIDIA COLONIZADA TUCANA, GLOBO, FOLHA DE SP, "VEJA", ESTADÃO E CIA.
ESTES ESTÃO HÁVIDOS, SEDENTOS EM ASSUMIR O PODER, ESTA HERANÇA RICA QUE DEIXARÁ O PRESIDENTE LULA.

QUEREM IMPLANTAR SUA POLITICA DE TERRA ARRASADA, JÁ VIVIDA COM FHC/SERRA, EM OITO ANOS DE DESGOVERNO.

E DESMASCARAR OS FALSÁRIOS, FARSANTES, MENTIROSOS É O PAPEL, ASSIM EU PENSO, DOS QUE TEM COMPROMISSO VERDADEIRAMENTE COM O BRASIL.

A MIDIA COLONIZADA TUCANA DIARIAMENTE TENTAM NOS DESMORALIZAR,DIVIDIR-NOS, COM MENTIRAS, DETURPAÇÃO DOS FATOS, ISTO CONSTANTEMENTE, DIARIAMENTE, TODA HORA, CADA SEGUNDO. BASTA LER SUAS MATÉRIAS, NOS JORNAIS, NOS TELEJORNAIS, NAS NOVELAS, REVISTAS E ETC.

LEMBRAM O QUE FIZERAM, COM GETULIO VARGAS,JK,JANGO,LEONEL BRIZOLA,MIGUEL ARRAES, ULYSSES GUIMARÃES E TANTOS OUTRAS LIDERANÇAS POPULARES BRASILEIRAS E DE OUTROS PAÍSES.AINDA FAZEM. VEJA QUE NÃO DÃO UMA TRÉGUA AO PRESIDENTE LULA.

OS BONS LÍDERES COMPROMETIDOS COM O POVO ELES DEMONIZAM. OS TRAIDORES,ENTREGUISTAS,BANDIDOS, COMO BUSH,FHC/SERRA E CIA ELES PINTAM COMO "DEMOCRATAS","HEROIS", "SALVADORES" DA HUMANIDADE, DO BRASIL E ETC.

PORQUE TERIAMOS NÓS QUE DÁRMOS TRÉGUA A ELES? ELES NÃO FAZEM ISSO CONOSCO.

PENSO QUE É PURA ILUSÃO IDEOLÓGICA PENSAR QUE ELES AGEM DEMOCRÁTICAMENTE. SÃO CONTRA A DEMOCRACIA, A LIBERDADE DE IMPRENSA, SÓ PENSAM NOS SEUS MESQUINHOS INTERESSES INDIVIDUALISTAS, DE OBTER LUCRO MÁXIMO. ESTÃO COMPROMETIDOS ATÉ A MEDULA COM O QUE HÁ DE PIOR NA REPÚBLICA BRASILEIRA, SÃO VERDADEIROS RATOS DA REPÚBLICA, OS TUCANOS(PSDB) E SEUS RABOS FEDORENTOS(DEM,PPS.) SALVOS EXCESSÕES DESTES PARTIDOS.

ENTÃO MEU CARO, VEREADOR, NÃO HAVERÁ TRÉGUA, PELO MENOS DE MINHA PARTE A ESSA GENTALHA, QUE JÁ PROVOU NA PRÁTICA QUE NÃO DEFENDEM, OS INTERESSES NACIONAIS, OS TRABALHADORES, O EMPRESARIADO BRASILEIRO.
O QUE ESTA GENTE PRATICOU E PRATICA, COMO DISSE O GRANDE LÍDER LEONEL BRIZOLA, SERIA DE FUZILAMENTO, POR TRAIÇÃO A PÁTRIA.

QUANTAS FAMILIAS, LARES FORAM DESTRUÍDOS PELA POLITICA IMPLEMENTADA NOS OITO ANOS DE NEOLIBERALISMO, QUE EU CHAMO DE NEOCAPACHISMO, COM O DESEMPREGO.
VOCE SABE QUE QUANDO NUM LAR FALTA DINHEIRO, O CONFLITO SE ACIRRA,A FAMILIA SE AUTO DESTROI.

MILHÕES DE BRASILEIROS PERDERAM SEUS EMPREGOS, MAIS DE 100 ESTATAIS FORAM "DOADAS", AO CAPITAL ESPECULATIVO INTERNACIONAL, A SAÚDE VIROU UM CAOS. VOCE SABE QUEM ERA O MINISTRO? NEM PRECISO DIZER.

AS UNIVERSIDADES, AS FORÇAS ARMADAS,OS SERVIDORES ARROCHADOS EM SEUS SALÁRIOS, "TERCEIRZAÇÃO" DO SERVIÇO PÚBLICO, AS ESCOLAS, FORAM SUCATEADAS, ERA PROIBIDO CONTRUIR UMA CASA SE QUER, TER SANEAMENTO, POIS, A SUBMISSÃO, O "ACORDO" COM FMI ASSIM EXIGIA. TINHA QUE FAZER CAIXA PARA O PAGAMENTO DOS JUROS AOS BANQUEIROS, PRINCIPALMENTE INTERNACIONAIS. OU SEJA, O ESTADO PARA O POVO NADA, PARA OS "INEVSTIDORES",AGIOTAS TUDO. UMA POLITICA ECONÔMICA DE TERRA ARRASADA ASSIM OCORRE HOJE, NA GRÉCIA,ESPANHA, PORTUGAL, E ATÉ NA ALEMANHA. FOI ASSIM O DESGOVERNO FHC/SERRA. E ISSO NÃO QUEREMOS MAIS, COM CERTEZA.

NÃO TENHAMOS ILUSÃO, POIS O CAPITALISMO, NA SUA FASE IMPERIALISTA, PRINCIPALMENTE, VISA O LUCRO MÁXIMO NEM QUE PARA ISSO FAÇA A GUERRA. COMO NA EUROPA O ESTADO DE "BEM ESTAR SOCIAL" ESTA INDO PRO BREJO,MAS ESSE É O CAPITALISMO EM DECADÊNCIA.

VOLTANDO AO BRASIL, O PSDB, E SEUS RABOS FEDORENTOS, DEM,PPS, E SUA MIDIA COLONIZADA, SÃO NA REALIDADE ALIADOS, E POR MIGALHAS, DA ELITE CORROMPIDA,BÉLICA-FINANCEIRA,FASCISTA ASSASSINA, PRINCIPALMENTE DOS EUA.

É ILUSÃO, PENSAR QUE ELES NOS DARÃO TRÉGUA E POR ISSO TEMOS QUE NÃO DEIXAR DE DESMASCARA-LOS, TAMBÉM DIARIAMENTE.

MEU CARO, VEREADOR, FOI ESSA RESISTÊNCIA, QUE NÓS BRASILEIROS, DERRUBAMOS A DITADURA MILITAR, TIRAMOS O COLLOR E FEZ COM QUE FHC/SERRA, NÃO FIZESSE ESTRAGO MAIOR, COMO FEZ CARLOS MENEM NA ARGENTINA, FUJIMORI NO PERU.

LEMBRANDO QUE FHC/SERRA CONDECOROU EX-PRESIDENTE DO PERU, ALBERTO FUJIMORI, AQUELE BANDIDO, ASSASSINO, MARGINAL, COM A MEDALHA DO CRUZEIRO DO SUL, LEMBRA? QUE TRATAMENTO PODEMOS DAR A ESSA GENTE TUCANA E SUA MIDIA COLONIZADA?

FHC/SERRA, DISSE ABERTAMENTE QUE ACABARIA COM A "ERA VARGAS", MAS FOMOS NÓS NACIONALISTAS, HERDEIROS DE GETULIO VARGAS, QUE ELEGEMOS LULA PRESIDENTE.
A "ERA VARGAS" OS DERROTOU". ESTAMOS AGORA QUERENDO ENTERRA-LOS.

A ELEIÇÃO E REELEIÇÃO DE LULA É FRUTO DESTA RESISTÊNCIA DO POVO BRASILEIRO, QUE NÃO SE ENVERGOU, AGACHOU-SE DIANTE DOS TUCANOS E SUA MIDIA COLONIZADA, FOI A "ERA VARGAS" QUE ELEGEU LULA PRESIDENTE. GETULIO VARGAS AINDA ASSOMBRA PARTE DESTA ELITE SUBALTERNA AOS INTERESSES EXTERNOS.

EM SUA CARTA TESTAMENTO EM ALGUNS TRECHOS ELE ASSIM DIZ:

:"Mais uma vez, a forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. "

Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História." (Rio de Janeiro, 23/08/54 - Getúlio Vargas)

QUANTO A DILVULGAR O QUE DILMA PROPÕE. NÓS NO NOSSO HUMILDE BLOG, TEMOS ASSIM FEITO,BASTA VER TAMBÉM O QUE FEZ E FAZ O GOVERNO DO PRESIDENTE LULA( http://blog.planalto.gov.br/) E NO SITE DA DILMA (http://www.dilma13.com.br/conteudo/main/ ).

OBS: QUEM ESTA COM CALUNIAS É JUSTAMENTE SERRA/FHC E SUA MIDIA COLONIZADA, QUE O APOIA.

MEU CARO, VEREADOR, NÓS POR AQUI TRABALHAMOS, E NÃO SOMOS REMUNERADOS PARA EXPOR NOSSAS OPINIÕES, O TEMPO LIVRE QUE DISPOMOS É QUE DILVULGAMOS O QUE PENSAMOS. E ASSIM CONTINUAREMOS. ELES NÃO TERÃO REFRESCO.

NÓS É QUE ESTAMOS NA OFENSIVA, A FASE DA RESISTÊNCIA, PASSOU.

APROVEITO A OPORTUNIDADE, PARA PEDIR SEU VOTO, AO MEU CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL VIVALDO BARBOSA NUMERO 1211(PDT) E A DEPUTADA ESTADUAL ANDREIA DO CHARLINHO, ESTE PREFEITO DE ITAGUAÍ QUE TEM FEITO EXCELENTE GESTÃO NAQUELA CIDADE - NUMERO 12105.
QUERENDO AGENDAR REUNIÃO PODEMOS FAZE-LO TEREMOS IMENSA SATISFAÇÃO.
OBRIGADO.

A LUTA SE SEGUE

UM FORTE ABRAÇO.
AYLTON MATTOS
(21)9706-7277

http://ayltonnevesmattos.blogspot.com/
twitter.com/aytonmattos






Em 28 de julho de 2010 15:12, LUCIANO DE OLIVEIRA VIDAL escreveu:

Meu Caro Ayton,

Você não consegue fazer mais nada a não ser criticar o candidato SERRA o tempo inteiro. Me parece que não faz mas nada a não ser isso. Deve esta ganhando muito bem para perder todo este tempo, pois acho que temos muito o que fazer a não ser ficar só criticando. As pessoas canção com esta ação. Vamos procurar divulgar também o que tem de bom na nossa Candidata Dilma e deixar um pouco o SERRA de lado. Vamos ajudar a provar a competência e as condições para nossa Candidata Dilma chegar no dia 05 de Outubro com uma bela vitória. Precisamos de boas ideias e não de copiatismo calunias e defamações e sim competência para governar este País. Falo isso como um eleitor da Candidata Dilma.
Desculpe em fazer estas ponderações, pois nos e-miails que lhe recebo só vejo critica em cima de SERRA e nenhuma proposta e divulgação dos trabalhos da nossa futura Presidente DILMA.

Sem mais

vidal


quarta-feira, 28 de julho de 2010

RESPOSTA AO VEREADOR LUCIANO VIDAL DE PARATY. (A LUTA SEM TRÉGUA MIDIA COLONIZADA TUCANA)

MEU CARO

VERADOR LUCIANO DE OLIVEIRA VIDAL.

PRECISAMOS ENTENDER, QUE SERRA/FHC NÃO ESTA DERROTADO E NEM SUA MIDIA COLONIZADA TUCANA, GLOBO, FOLHA DE SP, "VEJA", ESTADÃO E CIA.
ESTES ESTÃO HÁVIDOS, SEDENTOS EM ASSUMIR O PODER, ESTA HERANÇA RICA QUE DEIXARÁ O PRESIDENTE LULA.

QUEREM IMPLANTAR SUA POLITICA DE TERRA ARRASADA, JÁ VIVIDA COM FHC/SERRA, EM OITO ANOS DE DESGOVERNO.

E DESMASCARAR OS FALSÁRIOS, FARSANTES, MENTIROSOS É O PAPEL, ASSIM EU PENSO, DOS QUE TEM COMPROMISSO VERDADEIRAMENTE COM O BRASIL.

A MIDIA COLONIZADA TUCANA DIARIAMENTE TENTAM NOS DESMORALIZAR,DIVIDIR-NOS, COM MENTIRAS, DETURPAÇÃO DOS FATOS, ISTO CONSTANTEMENTE, DIARIAMENTE, TODA HORA, CADA SEGUNDO. BASTA LER SUAS MATÉRIAS, NOS JORNAIS, NOS TELEJORNAIS, NAS NOVELAS, REVISTAS E ETC.

LEMBRAM O QUE FIZERAM, COM GETULIO VARGAS,JK,JANGO,LEONEL BRIZOLA,MIGUEL ARRAES, ULYSSES GUIMARÃES E TANTOS OUTRAS LIDERANÇAS POPULARES BRASILEIRAS E DE OUTROS PAÍSES.AINDA FAZEM. VEJA QUE NÃO DÃO UMA TRÉGUA AO PRESIDENTE LULA.

OS BONS LÍDERES COMPROMETIDOS COM O POVO ELES DEMONIZAM. OS TRAIDORES,ENTREGUISTAS,BANDIDOS, COMO BUSH,FHC/SERRA E CIA ELES PINTAM COMO "DEMOCRATAS","HEROIS", "SALVADORES" DA HUMANIDADE, DO BRASIL E ETC.

PORQUE TERIAMOS NÓS QUE DÁRMOS TRÉGUA A ELES? ELES NÃO FAZEM ISSO CONOSCO.

PENSO QUE É PURA ILUSÃO IDEOLÓGICA PENSAR QUE ELES AGEM DEMOCRÁTICAMENTE. SÃO CONTRA A DEMOCRACIA, A LIBERDADE DE IMPRENSA, SÓ PENSAM NOS SEUS MESQUINHOS INTERESSES INDIVIDUALISTAS, DE OBTER LUCRO MÁXIMO. ESTÃO COMPROMETIDOS ATÉ A MEDULA COM O QUE HÁ DE PIOR NA REPÚBLICA BRASILEIRA, SÃO VERDADEIROS RATOS DA REPÚBLICA, OS TUCANOS(PSDB) E SEUS RABOS FEDORENTOS(DEM,PPS.) SALVOS EXCESSÕES DESTES PARTIDOS.

ENTÃO MEU CARO, VEREADOR, NÃO HAVERÁ TRÉGUA, PELO MENOS DE MINHA PARTE A ESSA GENTALHA, QUE JÁ PROVOU NA PRÁTICA QUE NÃO DEFENDEM, OS INTERESSES NACIONAIS, OS TRABALHADORES, O EMPRESARIADO BRASILEIRO.
O QUE ESTA GENTE PRATICOU E PRATICA, COMO DISSE O GRANDE LÍDER LEONEL BRIZOLA, SERIA DE FUZILAMENTO POR TRAIÇÃO A PÁTRIA.

QUANTAS FAMILIAS, LARES FORAM DESTRUÍDOS PELA POLITICA IMPLEMENTADA NOS OITO ANOS DE NEOLIBERALISMO, QUE EU CHAMO DE NEOCAPACHISMO, COM O DESEMPREGO.
VOCE SABE QUE QUANDO NUM LAR FALTA DINHEIRO, O CONFLITO SE ACIRRA,A FAMILIA SE AUTO DESTROI.

MILHÕES DE BRASILEIROS PERDERAM SEUS EMPREGOS, MAIS DE 100 ESTATAIAS FORAM "DOADAS", AO CAPITAL ESPECULATIVO INTERNACIONAL, A SAUDE VIROU UM CAOS. VOCE SABE QUEM ERA O MINISTRO? NEM PRECISO DIZER.

AS UNIVERSIDADES, AS FORÇAS ARMADAS,OS SERVIDORES ARROCHADOS EM SEUS SALÁRIOS, "TERCEIRZAÇÃO" DO SERVIÇO PÚBLICO, AS ESCOLAS, FORAM SUCATEADAS, ERA PROIBIDO CONTRUIR UMA CASA SE QUER, TER SANEAMENTO, POIS A SUBIMISSÃO, O "ACORDO" COM FMI ASSIM EXIGIA. TINHA QUE FAZER CAIXA PARA O PAGAMENTO DOS JUROS AOS BANQUEIROS, PRINCIPALMENTE INTERNACIONAIS. OU SEJA O ESTADO PARA O POVO NADA, PARA OS "INEVSTIDORES",AGIOTAS TUDO. UM POLITICA ECONÔMICA DE TERRA ARRASADA ASSIM OCOCRRE HOJE, NA GRÉCIA,ESPANHA, PORTUGAL, E ATÉ NA ALEMANHA. FOPI ASSIM O DESGOVERNO FHC/SERRA. E ISSO NÃO QUEREMOS MAIS, COM CERTEZA.

NÃO TENHAMOS ILUSÃO, POIS O CAPITALISMO, NA SUA FASE IMPERIALISTA, PRINCIPALMENTE, VISA O LUCRO MÁXIMO NEM QUE PARA ISSO FAÇA A GUERRA. COMO NA EUROPA O ESTADO DE "BEM ESTAR SOCIAL" ESTA INDO PRO BREJO,MAS ESSE É O CAPITALISMO EM DECADÊNCIA.

VOLTANDO AO BRASIL, O PSDB, E SEUS RABOS FEDORENTOS, DEM,PPS, E SUA MIDIA COLONIZADA, SÃO NA REALIDADE ALIADOS, E POR MIGALHAS, DA ELITE CORROMPIDA,BÉLICA-FINANCEIRA,FASCISTA ASSASSINA, PRINCIPALMENTE DOS EUA.

É ILUSÃO, PENSAR QUE ELES NOS DARÃO TRÉGUA E POR ISSO TEMOS QUE DEIXAR DE DESMASCARA-LOS, TAMBÉM DIARIAMENTE.

MEU CARO, VEREADOR, FOI ESSA RESISTÊNCIA, QUE NÓS BRASILEIROS, DERRUBAMOS A DITADURA MILITAR, TIRAMOS O COLLOR E FEZ COM QUE FHC/SERRA, NÃO FIZESSE ESTRAGO MAIOR, COMO FEZ CARLOS MENEM NA ARGENTINA, FUJIMORI NO PERU.

LEMBRANDO QUE FHC/SERRA CONDECOROU EX-PRESIDENTE DO PERU, ALBERTO FUJIMORI, AQUELE BANDIDO, ASSASSINO, MARGINAL, COM A MEDALHA DO CRUZEIRO DO SUL, LEMBRA? QUE TRATAMENTO PODEMOS DAR A ESSA GENTE TUCANA E SUA MIDIA COLONIZADA?

FHC/SERRA, DISSE ABERTAMENTE QUE ACABARIA COM A "ERA VARGAS", MAS FOMOS NÓS NACIONALISTAS, HERDEIROS DE GETULIO VARGAS, QUE ELEGEMOS LULA PRESIDENTE.
A "ERA VARGAS" OS DERROTOU". ESTAMOS AGORA QUERENDO ENTERRA-LOS.

A ELEIÇÃO E REELEIÇÃO DE LULA É FRUTO DESTA RESISTÊNCIA DO POVO BRASILEIRO, QUE NÃO SE ENVERGOU, AGACHOU-SE DIANTE DOS TUCANOS E SUA MIDIA COLONIZADA, FOI A "ERA VARGAS" QUE ELEGEU LULA PRESIDENTE. GETULIO VARGAS AINDA ASSOMBRA PARTE DESTA ELITE SUBALTERNA AOS INTERESSES EXTERNOS.

EM SUA CARTA TESTAMENTO EM ALGUNS TRECHOS ELE ASSIM DIZ:

:"Mais uma vez, a forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. "

Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com o perdão.

E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História." (Rio de Janeiro, 23/08/54 - Getúlio Vargas)

QUANTO A DILVULGAR O QUE DILMA PROPÕE. NÓS NO NOSSO HUMILDE BLOG, TEMOS ASSIM FEITO,, BASTA VER TAMBÉM O QUE FEZ E FAZ O GOVERNO DO PRESIDENTE LULA( http://blog.planalto.gov.br/) E NO SITE DA DILMA (http://www.dilma13.com.br/conteudo/main/ ).

OBS: QUEM ESTAR COM CALUNIAS É JUSTAMENTE SERRA/FHC E SUA MIDIA COLONIZADA, QUE O APOIA.

MEU CARO, VEREADOR, NÓS POR AQUI TRABALHAMOS, E NÃO SOMOS REMUNERADOS PARA EXPOR NOSSAS OPINIÕES, O TEMPO LIVRE QUE DISPOMOS É QUE DILVULGAMOS O QUE PENSAMOS. E ASSIM CONTINUAREMOS. ELES NÃO TERÃO REFRESCO.

NÓS É QUE ESTAMOS NA OFENSIVA, A FASE DA RESISTÊNCIA, PASSOU.

APROVEITO A OPORTUNIDADE, PARA PEDIR SEU VOTO, AO MEU CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL VIVALDO BARBOSA NUMERO 1211(PDT) E A DEPUTADA ESTADUAL ANDREIA DO CHARLINHO, ESTE PREFEITO DE ITAGUAÍ QUE TEM FEITO EXCELENTE GESTÃO NAQUELA CIDADE - NUMERO 12105.
QUERENDO AGENDAR REUNIÃO PODEMOS FAZE-LO TEREMOS IMENSA SATISFAÇÃO.
OBRIGADO.

A LUTA SE SEGUE

UM FORTE ABRAÇO.

domingo, 25 de julho de 2010

OS NEGÓCIOS BILIONÁRIOS DA TELEFONIA

O prof. Luiz Carlos Bresser Pereira diz, em artigo publicado hoje, que o Brasil cometeu uma grande tolice: privatizou a telefonia fixa e móvel. A telefonia é um setor altamente rentável, com lucros fantásticos, bilionários, capitalismo sem risco.

De quebra, é um mercado em gigantesca expansão. Exemplo: há cinco bilhões de celulares no mundo e mais de 180 milhões só no Brasil. É mole? No caso do nosso país, há duas agravantes: o valor das contas telefônicas é uma das mais altas do mundo e o serviço ao consumidor é péssimo.

A telefonia fixa é monopólio natural. Não tem concorrência (ninguém vai ter dois ou mais cabos telefônicos para escolher a empresa prestadora de serviços). Privatizar para quê? É entreguismo puro, roubo contra os interesses nacionais.

Bresser admite algum tipo de privatização na telefonia móvel, por ser um segmento em que há concorrência. Ele lembra, no entanto, que a telefonia móvel gera lucros fantásticos, sem riscos. Para ele, a privatização, neste caso, só poderia ser feita para grupos nacionais.

A briga de portugueses e espanhois para dominar o mercado de telefonia no Brasil deveria, esta sim, servir para colocar no anedotário do país a burrice (para não dizer entreguismo puro!) dos tucanos. Eles é que fazem piada por adquirerem, na bacia das almas, negócio tão vantajoso.

Quem faz todas essas duras críticas não é nenhum estatista radical. É nada mais nada menos do que o prof. Luiz Carlos Bresser Pereira, ex-ministro do governo FHC. Ele, pelo menos, teve a coragem de fazer auto-crítica

http://www.vermelho.org.br/blogs/nivaldosantana/2010/07/18/os-negocios-bilionarios-da-telefonia/